DARI


A Diretoria Adjunta de Relações Internacionais (DARI) tem como objetivo implementar e desenvolver a Internacionalização da Escola Politécnica. Propiciando experiências acadêmicas no Brasil e no exterior que acrescentem profissionalmente aos participantes e contribuam para o crescimento dos países envolvidos.

Universidade Federal do Rio de Janeiro



  1. APRESENTAÇÃO GERAL DO PROJETO

TÍTULO DO PROJETO:

Inovação Tecnológica e Desenvolvimento Sustentável: A Formação de Engenheiros em um Contexto Multidisciplinar.

1.1 - Informações das instituições francesas

  1. Instituição coordenadora do projeto pela parte francesa :

Université de Technologie de Troyes (UTT)

Chef d'établissement :    Monsieur Pierre Koch, President

Adresse: 12 rue Marie Curie – CS 42060 – 10004 TROYES Cedex

Téléphone:   +33 3 25 71 76 00

Fax :  +33 3 25 71 76 77

Adresse électronique : Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.   

Site web : www.utt.fr

Coordenador parte francesa :

Nom : Michel Legault

Fonction : Directeur des Relations Internationales de l'UTT

Adresse : Pôle International – 12 rue Marie Curie – CS 42060 – 10004 TROYES Cedex

Téléphone :  +33 3 25 71 80 07     ou    +33 6 71 53 55 42

Fax :  +33 3 25 71 85 49

Adresse électronique : Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

b. Professores da instituição coordenadora participantes do projeto

Tatiana Reyes, enseignant-Chercheur, Laboratoire CREIDD: Homme, Environnement et Technologie de l'information et de la communication, UTT - Tel. 33(0)325718442  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Alain Milley, Enseignant, Pôle Physique, mécanique, matériaux et nanotechnologie, UTT.

Tél. 33(0)325715844, Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Nicolas Perry, Professeur des Universités, Arts et Métiers ParisTech - 33(0)5 56 84 58 45 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

  1. Instituições parceiras da parte francesa :

ETABLISSEMENT

Arts et Métiers  ParisTech

Chef d'établissement

Monsieur Laurent CARRARO, Directeur Général

Adresse

Arts et Métiers ParisTech -Direction Générale – 151 Bd de l’Hôpital – 75013 Paris

Téléphone

33 (0)1 44 24 62 00

Fax

33 (0)1 44 24 63 26

Adresse électronique

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site web

http://www.ensam.fr

Correspondant établissement

Nom

Ricardo Noguera

Fonction

Professeur au CER Arts et Métiers ParisTech de Paris, responsable relations internationales

Adresse

Arts et Métiers ParisTech -151, boulevard de l'Hôpital – 75013 Paris – France

Téléphone

33 (0)1 44 24 64 37

Fax

33 (0)1 44 24 64 11

Adresse électronique

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



1.2 - Informações das instituições brasileiras

  1. Instituição Coordenadora pela parte brasileira:


INSTITUIÇÃO

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Nome

Edson Watanabe

Função

Diretor

Endereço

Centro de Tecnologia 2 (CT 2) - Rua Moniz Aragão Nº 360, Bloco 1 - Ilha do Fundão - Cidade Universitária - Rio de Janeiro, RJ, Brasil - CEP: 21941-594

Telefone

55 21 3622-3477

Fax

55 21 3622-3463

Endereço eletrônico

diretoria@coppe.ufrj.br

Site web

http://www.coppe.ufrj.br/

Coordenador da parte brasileira

Nome

Ricardo Manfredi Naveiro

Função

Professor Titular

Endereço

Centro de Tecnologia - Av. Horácio Macedo, 2030 – Bloco F sala 109 - Cidade Universitária, Rio de Janeiro - RJ, CEP 21941-450.

Telefone

55 21 3938-8253

Endereço eletrônico

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



  1. Professores da instituição coordenadora participantes do projeto


Marcos do Couto Bezerra Cavalcanti, professor associado do Programa de Engenharia de Produção da COPPE, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Av. Athos da Silveira Ramos, 149 - Bloco F – Sala 109 - Centro de Tecnologia - Cidade Universitária - CEP: 21941-909 - Rio de Janeiro – BRASIL.

tel: 55 21 2562-8255 fax: 55 21 2562-7718 e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.



  1. Instituições parceiras pela parte brasileira:


INSTITUIÇÃO

Universidade Federal de Minas Gerais

Nome

Prof. Alessandro Fernandes Moreira

Função

Diretor

Endereço

Escola de Engenharia da UFMG - Av. Antônio Carlos, 6627 – Pampulha, CEP 31270-901 - Belo Horizonte / MG - Brasil

Telefone

55 31 3409-1890

Endereço Eletrônico

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site web

www.eng.ufmg.br

 

Professor Correspondente na Instituição

Nome

Eduardo Romeiro Filho

Função

Professor

Endereço

Escola de Engenharia da UFMG - Av. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha

CEP 31270-901 - Belo Horizonte /MG - Brasil

Telefone

553134094892

Endereço Eletrônico

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

INSTITUIÇÃO

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Nome

Ângela Maria Paiva Cruz, Reitora

Função

Avenida Senador Salgado Filho, 3000 - Natal / RN,

CEP 59078-970, Brasil

Endereço

Avenida Senador Salgado Filho, 3000 - Natal / RN,

CEP 59078-970, Brasil

Telefone

84 33422317 ramal 114

Endereço Eletrônico

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Professor Correspondente na Instituição

Nome

Dr. Reidson Pereira Gouvinhas

Função

Professor

Endereço

Avenida Senador Salgado Filho, 3000 - Natal / RN,

CEP 59078-970, Brasil

Telefone

55 84 91092229

Endereço Eletrônico

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

1.3 - Apresentação do consórcio de instituições 

A Université de Technologie de Troyes (UTT) foi criada em 1994 com a assistência da Université de Technologie de Compiègne e faz parte da Rede de 3 Universidades de tecnologia francesas, forma engenheiros em 5 anos (recrutamento no pós-bac), e possui também Programas de Mestrado e Doutorado. A UTT é uma instituição pública, com um duplo status de Universidade (afiliação CPU) e de “Grande Ecole” (afiliação CTI) tendo como vocação, além da formação de engenheiros, o desenvolvimento da pesquisa e a transferência de tecnologia.

Os domínios de formação de engenharia da UTT são os seguintes: Sistemas Industriais; Sistemas Mecânicos; Sistemas de Informação & Telecomunicações; Materiais Tecnologia & Economia.

Cada domínio oferece diversas especializações ao longo dos dois últimos semestres do curso. Todas as formações são fortemente voltadas para a empresa: 2 estágios de 6 meses ao longo do curso; 1/3 dos cursos ministrados por professores conferencistas com vínculos com empresas.

Os laboratórios de pesquisa estão agrupados no Instituto Charles Delaunay. Um dos laboratórios denominado “Centro de Pesquisa e de Estudos Interdisciplinares sobre Desenvolvimento Sustentável” criado em 2001 (CREIDD) participa desta proposta de projeto através da Profª Tatiana Reyes. A missão principal do CREIDD é contribuir à prática do desenvolvimento sustentável e estudar as estratégias cooperativas em torno da ecologia industrial e territorial.

Ainda que relativamente jovem, a UTT demonstra possuir um forte dinamismo internacional que a permitiu ter diversas parcerias e participar de projetos internacionais, entre os quais os programas FITEC à destinação dos alunos engenheiros.

A Arts et Métiers ParisTech (ENSAM) é uma instituição pública com 1000 diplomados por ano, tendo como missão principal a formação de engenheiros generalistas nas disciplinas de engenharia mecânica, engenharia energética e engenharia industrial (recrutamento dos estudantes depois das classes preparatórias). Formação contínua, mestrados e doutorados são igualmente ministrados pela instituição. O ENSAM forma engenheiros especialistas nas tecnologias sustentáveis, capazes de conceber produtos e sistemas atendendo aos requisitos ambientais, assim como capazes da gestão de uma organização industrial administrando os riscos e custos dos projetos.

O ENSAM compreende 8 centros de ensino e pesquisa e 3 institutos distribuídos na França; o que lhe confere uma proximidade excepcional com o meio industrial em diversas regiões do país. O ENSAM e as empresas se encontram em torno dos mesmos objetivos: gerar projetos e competências favoráveis à eclosão de ideias novas face às rápidas evoluções técnicas, tendo concluído parcerias com mais de 100 Escolas ou universidades estrangeiras e possui intercâmbio com uma dúzia de universidades brasileiras, algumas através dos programas BRAFITEC.

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), criada em 1920 através da união da Escola Politécnica com a Escola de Medicina e a Escola de Direito, é uma universidade pública com cerca de 55.000 estudantes de graduação e 11.000 estudantes de pós-graduação. A Universidade possui quatro campi no Estado do Rio de Janeiro e oferece 315 cursos de graduação, 92 de mestrado e 83 de doutorado. Atualmente, é considerada a 5ª melhor universidade da América Latina pelo “QS Top Universities”.

A Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (POLI/UFRJ) coopera com a França desde 1996, e desde então, cerca de 20 acordos de cooperação para intercâmbio de estudantes, professores e pesquisadores foram assinados com instituições francesas de ensino e pesquisa em engenharia.  Acordos de duplo-diploma foram assinados com o Intergroupe Centrale (2003), École Polytechnique (2003), ENSTA (2003), Ecole des Mines Paris (2003), ParisTech (2006), Groupe Ecole des Mines (2006), UTT (2009), ENSAM (2009) e UTC (2011). Alguns estudantes da POLI em duplo-diploma na França recebem apoio financeiro de empresas francesas sediadas no Rio de Janeiro desde 2006, com as quais a POLI celebrou Acordos de Cooperação. 

Em 2008 teve início o primeiro projeto BRAFITEC da UFRJ/UFRN em parceria com a UTT e o ENSAM, o qual terminou em 2011. Em 2013 foi aprovado um segundo projeto BRAFITEC envolvendo as mesmas universidades, o qual terminou em dezembro de 2016. Os dois projetos totalizaram a participação de 58 alunos de intercâmbio da POLI/UFRJ, 18 dos quais na modalidade de duplo-diploma em Engenharia de Produção e dois em Engenharia Mecânica.

A Universidade Federal de Minas Gerais foi fundada em 1927, é uma universidade pública com cerca de 50.000 estudantes e 2.700 professores, dos quais 80% detêm um diploma de doutorado, e 13% de mestrado. A Universidade oferece 75 cursos de graduação, 79 programas de pós-graduação, 66 de mestrado e 57 de doutorado. Em 31 de março de 2016, tinha parcerias com 355 instituições de 46 países diferentes. Atualmente, é considerada a 11ª melhor universidade da América Latina pelo “QS Top Universities”, a 6ª melhor no Brasil, segundo a “Times Higher Education”, e a 5ª melhor no país de acordo com a o “Shanghai Ranking”. Os principais campi se situam em Belo Horizonte, a 3ª maior região metropolitana do Brasil e 8ª maior da América Latina. Em 2010, a UFMG registrou 350 patentes nacionais e 110 internacionais, qualificando-a como uma das principais instituições de pesquisa do Brasil. A UFMG já firmou 13 diferentes projetos em programas BRAFITEC, sendo que o Departamento de Engenharia de Produção da UFMG (participante deste projeto) tem experiência em projetos CAPES-COFECUB, INRIA-CNPq e CNPq-CNRS desde 1994, resultando em um considerável número de missões bilaterais de pesquisadores, estágios de pós-doutoramento, teses de doutorado (inclusive com duplo diploma) e diversos artigos em periódicos indexados e congressos internacionais.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte foi fundada em 1958 e oferece atualmente várias formações em diferentes faculdades da instituição. A UFRN forma engenheiros, mestres e doutores em várias especialidades que se beneficiam das diversas facilidades oferecidas pelo Campus da universidade. O Campus proporciona um bom ambiente de trabalho com laboratórios, biblioteca e diversos serviços, além de uma vida cultural e esportiva bastante dinâmica. As novas tecnologias de ensino são bem difundidas na UFRN e o ensino à distância vem sendo muito utilizado como recurso pedagógico suplementar. A UFRN propõe 84 cursos de graduação, 9 de graduação à distância e 86 cursos de doutorado. Sua comunidade universitária é composta de mais de 37.000 estudantes (graduação e pós graduação), um efetivo de 3146 técnicos administrativos e 4000 professores. O Centro de Tecnologia é estruturado em 12 departamentos que coordena 15 cursos, diversos projetos de pesquisa e 7 programas de mestrado e doutorado.

Todos os parceiros da rede de instituições brasileiras estão envolvidos, nas parcerias França-Brasil e em particular nos programas BRAFITEC.

1.4 Relevância e objetivos do projeto

O dinamismo do cenário competitivo, marcado pelos altos níveis de concorrência, intensa globalização, redução do ciclo de vida dos produtos e mudanças de ordem social e ambiental, intensifica ainda mais o papel da inovação nas organizações. A inovação surge como fonte de diferenciação, como forma de crescimento organizacional e, também de desenvolvimento econômico. Portanto, as questões ligadas à inovação de produtos e processos industriais tem-se tornado um tema crucial para criação e manutenção de mercados e empregos, assim como na promoção do desenvolvimento sustentável. A questão da progressiva deterioração ambiental tem se tornado um relevante tema de discussão pública nos últimos anos, sobretudo a partir dos anos 1990, com a conferência Rio 92, na qual ficou patente a importância dos aspectos socioambientais na busca do desenvolvimento sustentável. Com o padrão atual de desenvolvimento das economias, atrelado a um sistema baseado no alto consumo de produtos, a inovação traz consigo uma responsabilidade ainda maior diante dos problemas de insustentabilidade ambiental.
Sendo assim, a busca pela inovação significa a soma das melhores tecnologias e formas de organização e concepção para combinar eficiência operacional, econômica e ambiental. O termo eco-inovação (inovação ambiental, inovação verde ou inovação sustentável) tem sido usado para identificar as inovações que contribuem para um ambiente sustentável através do desenvolvimento de melhorias ecológicas. Cabe a universidade a discussão destes fenômenos à luz de uma abordagem científica, bem como a formação de graduandos com capacitação crítica e técnica para o enfrentamento dos inúmeros problemas advindos das questões relativas ao desenvolvimento sustentável, seja em termos econômicos, sociais, culturais ou ambientais. A realidade econômica, social e ambiental observada em países desenvolvidos, em contraponto àquelas existentes nos países em desenvolvimento, impõe a necessidade de oferecer uma formação profissional que permita aos novos engenheiros a compreensão de singularidades locais para a busca da solução de problemas globais, assim como a criação de novos modelos de produção adequados à solução dos graves desafios ligados ao desenvolvimento sustentável.
Neste sentido, torna-se premente a formação de novos engenheiros que incorporem na sua formação, a capacidade de trabalhar em equipes e empresas com atuação em mercados globais, mas que atendem as diferentes exigências locais. Portanto, o “novo engenheiro” deve ser capaz de desenvolver uma visão sistêmica e global na busca de soluções inovadoras que atendam aos requisitos da sustentabilidade ambiental e social, respeitando e compreendendo aspectos culturais das diferentes populações e países, mas sem deixar de lado a necessidade de manter o crescimento econômico em bases consistentes. Assim, este projeto busca atender tais objetivos de aprimoramento da formação de engenheiros brasileiros e franceses a partir dos seguintes aspectos:

  • Internacionalização da formação de engenheiros, permitindo aos graduandos compreenderem e partilharem experiências estrangeiras, especialmente no que diz respeito a políticas, legislação e estratégias de desenvolvimento sustentável adotadas na Europa, bem como particularidades observadas no Brasil e em outros países em desenvolvimento, especialmente América Latina e África;


  • Criação de oportunidades de aprendizado comum para graduandos brasileiros e franceses, possibilitando o intercâmbio de experiências e a possibilidade de trabalho colaborativo por meio de equipes culturalmente distintas;


  • Desenvolvimento de iniciativas acadêmicas conjuntas entre as Universidades envolvidas no projeto, contribuindo para melhorias pedagógicas dos cursos envolvidos e possibilidade de criação/aprimoramento de disciplinas relacionadas às áreas do projeto;


  • Intercâmbio de experiências acadêmicas e profissionais nas áreas de inovação tecnológica, empreendedorismo, design para sustentabilidade e desenvolvimento sustentável no âmbito das Universidades envolvidas, visando à criação de parcerias para aprimoramento e criação de novas experiências sobre tais temáticas;


  • Intercâmbio de alunos e professores no âmbito do projeto e criação de bases para outras formas de colaboração em pesquisa e desenvolvimento como, por exemplo, a submissão de propostas de projetos aos Editais oferecidos pela União Européia, assim como de organismos internacionais de apoio à pesquisa, a inovação e ao empreendedorismo.


  • 1.5 - Antecedentes entre os parceiros franceses e brasileiros

    O primeiro projeto BRAFITEC da UFRJ/UFRN em parceria com a UTT e o ENSAM teve início em 2008. Desde então foram realizadas diversas atividades acadêmicas envolvendo as instituições parceiras, incluindo-se a apresentação de palestras na UTT e ENSAM, assim como o intercâmbio de docentes e visitas de curta duração de professores das instituições parceiras.
    Em 2008 o Prof. Ricardo Naveiro esteve como professor convidado no Laboratório LCPI do ENSAM ParisTech, assim como em 2011 como professor convidado no CREIDD da UTT. Durante sua estada na UTT teve a oportunidade de elaborar um projeto no tema da difusão da eco-concepção na América do Sul e Europa com quatro outros parceiros sul americanos que foi submetido a União Européia. Ainda em 2011, aproveitando uma vinda a França vinculada a outros compromissos, o Prof. Ricardo Naveiro pode participar da reunião da Rede de Pesquisa Francesa para a Eco-concepção EcoSD (http://www.ecosd.fr/eng/objectives.html) tendo dado andamento a esta cooperação.
    O Prof. Reidson Gouvinhas realizou um pós-doutorado durante o ano de 2009 no Instituto Chamberry do ENSAM Paristech, tendo trabalhado com o Prof. Alain Cournier no tema de eco-concepção de produtos. Além disso, o Prof. Gouvinhas esteve como professor visitante em ENSAM/Bordeaux em junho e julho de 2016 trabalhando em colaboração com o professor Nicolas Perry, assim como no período de agosto a novembro de 2016 esteve como professor visitante na UTT trabalhando em cooperação com a professora Tatiana Reyes.
    Em 2012 a Profª. Tatiana Reyes da UTT visitou o Programa de Engenharia de Produção da COPPE/UFRJ por um curto período, durante o qual ofereceu um mini curso de Ecodesign. Em 2015 a Prof. Tatiana Reyes foi professora visitante no Programa de Engenharia de Produção da COPPE/UFRJ por um período de um ano tendo retornado a França em julho de 2016. Nesse período teve início a co-tutela de alunos de doutorado; a aluna Amanda Xavier, orientada do Prof. Ricardo M Naveiro, fez um doutorado sanduiche no ENSAM Paristech e seu trabalho de pesquisa está atualmente sendo co-orientado pela Prof. Tatiana Reyes da UTT e pelo Prof. Ameziane Aoussat do ENSAM.
    Como resultado das parcerias já estabelecidas entre as referidas instituições e professores colaboradores, podemos citar a publicação de dois artigos em periódicos internacionais, a saber:

    • Pery, Nicolas; Gouvinhas, R.P.; DIAGON, Y. L. & POMPIDOU, S. - Use of design methods and tools for ecodesign: integration of end of life criteria. In: 2014 International Conference Related to Research on Mechanical, Design Engineering & Advanced Manufacturing, 2014, Toulouse. 2014.


    • Gouvinhas, R.P.; Reyes, T.; Naveiro, R.M.; Perry, N. & Romeiro, E. A proposed framework of sustainable self-evaluation maturity within companies: an exploratory study. International Journal on Interactive Design and Manufucturing, June 2016.


    • Xavier A., Naveiro, R. & Aoussat A. - The eco-innovation concepts through a strategic perspective. Proceedings of the Conference IAMOT 2015, International Association for Management of Technology, Capetown, 2015.


    • Xavier A., Naveiro, R., Reyes, T.& Aoussat A. - Systematic literature review of eco-innovation models: opportunities and recommendations for future research a ser publicado no Journal of Cleaner Production. O artigo foi publicado no Journal of Cleaner Production.


    • Portanto, as relações entre a UFRJ, UFRN, UTT e ENSAM tem bastante tempo, tendo atingido sua maturidade ao se ampliar o escopo do projeto para atividades de cooperação científica com o envolvimento de alunos de doutorado da COPPE/UFRJ. A inclusão da UFMG nesta nova proposta se justifica pela proximidade temática do Prof. Eduardo Romeiro com o assunto deste projeto, assim como pelas colaborações acadêmicas anteriores já realizadas pelo Prof. Romeiro com os Profs. Ricardo Naveiro e Reidson Gouvinhas.